Galiza, Sunday 23 de November de 2014
RSS syndication
:: Última actualizaçom:
24/01/12
< April de 2010 >
stqqssd
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930
::Comunicados

Contra a reforma laboral e das pensons, GREVE GERAL!

Perante o 1º de Maio, Dia do Internacionalismo Proletário, NÓS-Unidade Popular quer fazer um apelo à participaçom maciça da classe obreira galega nas manifestaçons convocadas pola CIG por todo o País para defendermos os nossos direitos frente à ofensiva da burguesia no contexto da crise económica capitalista.[+] 30-04-2010
::Compostela

NÓS-Unidade Popular respaldou mobilizaçom nacional contra privatizaçom dos serviços

A nossa organizaçom estivo presente o passado domingo, 25 de Abril, na mobilizaçom nacional contra a privatizaçom dos serviços que decorreu polas ruas de Compostela e rematou na Praça da Quintá. [+] 28-04-2010
::Corunha

Nom mais agressons contra a dignidade das mulheres trabalhadoras

De NÓS-Unidade Popular expressamos a nossa absoluta solidariedade com esta trabalhadora, que tem sido objecto do mais vil terrorismo patronal, e encorajamos a combater estas agressons com valentia e firmeza.[+] 27-04-2010
::Trasancos

Que nom joguem mais com a nossa saúde! Que nom joguem mais com a nossa segurança! Fora REGANOSA da ria de Ferrol!!!

Na noite que vai do 19 ao 20 de Abril produziu-se na empresa petroquímica Forestal do Atlántico um incéndio que, afortunadamente, puido ser controlado tras várias horas de trabalho por parte dos bombeiros, evitando assim umha explosom. As instalaçons de Forestal do Atlántico encontram-se nas proximidades da planta de gás de REGANOSA, dando-se a circunstáncia de que naquele momento o gaseiro Madrid Spirit estava a descarregar 50.000 toneladas de GNL no antedito complexo.[+] 24-04-2010
::Nacional

Mobilizemo-nos em defesa dos serviços públicos!

Um ano depois do retorno ao poder autonómico do Partido Popular som evidentes as medidas privatizadoras em diferentes ámbitos dos serviços públicos e a aplicaçom, com o pretexto da austeridade numha etapa de crise, de políticas neoliberais favorecedoras de interesses privados e que prejudicam serviços básicos como a sanidade, o ensino, os serviços agrários e contra incéndios ou os serviços sociais.[+] 22-04-2010
Mais notícias... [0] [1] [2]